Ecos do silêncio de Deus

May 20, 2017

 

“Bom é aguardar a salvação do SENHOR, e isso, em silêncio.” (Lm.3.26)

 

“O silêncio é estressante!” Tal afirmação parece estranha e contraditória, mas para aquele que está acostumado com buzinas soando, sirenes gritando, músicas estridentes tocando, junto ao som quase que contínuo do trânsito agitado, não é tão complicado entender.

 

O homem urbano está acostumado com a agitação diária e o barulho frenético das grandes cidades. O estresse, que pode levar à depressão, já foi chamado de mal do século, mas hoje parece não incomodar tanto. O homem da cidade grande já não consegue “sobreviver” em tranquilos campos verdejantes.

 

Este é o ambiente dos cristãos desta geração. Quando se está com pressa procura-se um lanche rápido no McDonald’s. A arte de cozinhar dá lugar às comidas industrializadas pré-cozidas para microondas. Quando o celular apresenta algum problema, simplesmente compra-se outro. Quando o atendimento num estabelecimento comercial demora um pouco, deixa-se de ser cliente, pois ninguém aguenta esperar mais. O pastor deve ser rápido em sua mensagem dominical e, de preferência, este texto que você está lendo não deveria ser tão longo.

 

Este fenômeno dura até que circunstâncias obriguem-no a parar. Uma doença imprevisível; problemas familiares aparentemente insolucionáveis; desemprego inesperado... Aquele que tinha em suas próprias mãos as soluções diárias e planos perfeitos na mente, agora se vê inutilizado e incapaz de vencer o desafio que se mostra intransponível.

 

Neste momento, o cristão se prostra na presença de Jesus. Relembra suas fraquezas e necessidades diante de Deus e a fronte altiva se curva humildemente para buscar o auxílio do Senhor. Mas, como é difícil esperar! Você lê o Salmo 30 e nas palavras do salmista encontra ânimo e esperança para o dia seguinte, certo de que “ao anoitecer, pode vir o choro, mas a alegria vem pela manhã” (Sl.30.5). No entanto, a manhã seguinte se mostra inerte. Nada mudou! Os problemas continuam sendo os mesmos.

 

Será que Deus não vê sua angústia? Será que o Senhor não ouviu suas orações? Sua aflição aumenta por um momento, pois se sente sozinho em sua luta. A mensagem da cruz parece não ser suficiente em seu coração, esquecendo-se que “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm.5.8). Mas, por que Deus não lhe socorre “no dia da angústia” (Sl.50.15)? Como é difícil ouvir o silêncio de Deus!

 

Contudo, “os olhos do SENHOR repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor” (Sl.34.15). Deus ouviu o seu clamor e conhece a angustia do seu coração, afinal “se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mt.7.11). Enquanto você chora na presença do Senhor, Ele trabalha para que sua vida seja aperfeiçoada na tribulação (Rm.5.3-5). Enquanto você se aflige em meio ao problema, Deus realiza Sua Santa, boa e perfeita vontade (Rm.12.2), para que Ele seja glorificado em sua pequena vida.

 

A agitação e o barulho do dia a dia fizeram-no surdo para com a voz de Senhor. Não há mais tempo para meditar profundamente na Palavra de Deus; não há mais sensibilidade para perceber a necessidade de mudanças em sua vida. Ouça os ecos do silêncio de Deus! Você verá que seu maior problema é seu próprio coração inquieto. Longe da agitação lembrarás os grandiosos livramentos que o Senhor já operou em sua vida. Perceberás que há coisas muito importantes para serem mudadas e resolvidas em seu coração e mente, em seu modo de agir e falar. Afinal, “que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mt.16.26).

 

No silêncio contemplamos melhor as maravilhas de Deus ao nosso redor; no silêncio conhecemos melhor nosso próprio coração e aprendemos a esperar no Senhor. Aprendemos como “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm.8.28). Pois, é no silêncio que entendemos que o maior e melhor projeto de Deus para nós é a eternidade com Cristo. Então, enquanto você espera a resposta divina para os seus problemas, descanse sua alma nos braços do Senhor e incline bem o seu ouvido para ouvir tudo que Deus está fazendo em sua vida.

Compartilhe no Facebook
Gostei
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pastor Alexandre A. Costa

Ligue:

54 984 136 915

Igreja Matriz: 

Rua Ernesto Zanrosso, 2669

Caxias do Sul-RS

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+
  • SARCAICO

Envie seu Pedido de Oração

*Campos Obrigatórios

Congregação em Vacaria: 

Rua Teodoro Borges dos Santos, 520, Vacaria-RS

Versão 4.4.3 © 2017 Igreja Presbiteriana de Caxias do Sul. Todos os Direitos Reservados.