Evolucionismo - mera religião moderna

July 29, 2017

 

“Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.” (2Co.4.3-4)

 

Meu hobby preferido é assistir filmes, sobre os quais sou bastante eclético. Dentre estes, me delicio com filmes Marvel e sua ficção sobre os super heróis. Contudo, é nítida a religiosidade evolucionista em cada um deles. Os heróis são mutações genéticas fortuitas que acontecem em alguns indivíduos, ainda que outros tenham se tornado heróis por iniciativa inteligente, utilizando-se de tecnologia vigente: Batman, Homem de Ferro etc. É claro que nenhuma dessas mutações jamais foi provada, não passam de mera ficção. No entanto, há algo no qual devemos nos preocupar: o ensino insistente do evolucionismo, que chamo de religião moderna. Afinal, o evolucionismo nunca passou de conceitos filosóficos preestabelecidos sem qualquer fundamento empírico, forçando a comprovação de suas teorias em laboratórios.

 

O ocidente está imerso nessa crença que, ao contrário da fé objetiva do cristianismo, tem sua fé como um salto no escuro, ou seja, cega e completamente isenta de qualquer demonstração. Os argumentos são meros sofismas baseados em estruturas lógicas fundamentadas em conceitos equivocados (como a suposição de que organismos complexos podem ser formados aleatoriamente), os quais seus propagadores procuram defender a todo custo, em detrimento da verdade dos fatos vistos diariamente na criação inteligente. Nisto, os religiosos cientistas evolucionistas modernos são bastante semelhantes aos mulçumanos radicais, jogando aviões sobre o edifício alheio tão somente para destruir aquilo que odeiam: o cristianismo.

 

Por que o design inteligente não é ensinado nas escolas? Por que o criacionismo científico não está nos livros didáticos? Por que não é citado nas universidades, para que os alunos possam refletir e comparar os argumentos, a fim de que escolham livremente qual está fundamentado em dados empíricos e argumentos lógicos baseados em fundamentos verdadeiros?

 

O problema é que a religião evolucionista predomina no ocidente tanto quanto outras religiões orientais dominam o oriente não deixando o cristianismo entrar naturalmente por vias racionais e livres, sem qualquer imposição. O estado se diz laico, pois a religião não deve influenciá-lo, mas será que existe alguma pessoa isenta de cresças? O ateísmo nada mais é que a cresça na negação de Deus, afinal não é possível provar a não existência de Deus. Muito pelo contrário, o universo e a história da criação, no próprio estudo da astronomia, bioquímica, cosmologia, arqueologia etc., revelam, irrefutavelmente, a existência de um Ser inteligente que calculou cada detalhe possibilitando a vida, tendo criado-a com complexidade incomparável. Nunca foi encontrada qualquer evidência plausível de evolução em qualquer das ciências. Os argumentos não passam de meras teorias baseadas na crença. Além disso, algumas informações enganosas postas nos livros foram descobertas como farsas, desenhos manipulados, dados forçados, conclusões equivocadas.

 

Assisti, recentemente, o desenho, longa metragem: “Tá chovendo hambúrguer 2”. A criatividade é fantástica e a lição moral sobre a amizade é bela e empolgante, mas o ambiente no qual todo o enredo é construído é o evolucionismo. Em certo momento, ao ver todo o ecossistema complexo, formado por comida vida, que a máquina de Flint Lockwood (personagem principal) supostamente criou, sua namorada pergunta: “como tudo isto aconteceu?”. Seu desejo era obter uma resposta fundamenta em argumentos verdadeiros, baseados em dados empíricos, contudo a única resposta que Flint pode dar foi: “não faço a menor idéia”. É claro que ele não sabia, a ficção do filme não é sustentável empiricamente. Aquilo não passava de uma teoria religiosa evolucionista, ou seja, a crença em pressupostos não comprováveis.

 

A mesma atitude de Flint tem sido praticada pelos defensores do evolucionismo. Em palestra ministrada pelo físico Adalto Lourenço, em auditório de uma universidade, sobre o criacionismo científico, um professor do local se levantou irritado questionando: “vamos deixar que nos ensinem religião dentro da universidade?”, e continuou: “o cientistas cristãos nunca vão nos derrotar, pois somos maioria”. Adauto Lourenço refutou a falácia questionando-o se o importante para a ciência eram os fatos ou o número de pessoas que criam em algo. O professor ficou sem palavras, afinal seu argumento falacioso expressava sua mera crença no evolucionismo que defendia cegamente.

 

Estamos vivendo um período de grande irracionalidade humana. Enquanto o mundo se desenvolve nas tecnologias, irracionalmente nega a dignidade da existência humana e o propósito para o qual existe, destruindo os valores absolutos da sociedade, deixando-a vazia de objetivos que são necessários para a vida do homem criado à imagem de Deus. O mundo é intolerante ao cristianismo, mas temos o direito de exigir que a verdade seja ensinada nas escolas, afinal é empírica e racional. Portanto, analise tudo que vê e ouve, pois há muito mais no céu e na terra que os religiosos cientistas evolucionistas conseguem ver.

Compartilhe no Facebook
Gostei
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pastor Alexandre A. Costa

Ligue:

54 984 136 915

Igreja Matriz: 

Rua Ernesto Zanrosso, 2669

Caxias do Sul-RS

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+
  • SARCAICO

Envie seu Pedido de Oração

*Campos Obrigatórios

Congregação em Vacaria: 

Rua Teodoro Borges dos Santos, 520, Vacaria-RS

Versão 4.4.3 © 2017 Igreja Presbiteriana de Caxias do Sul. Todos os Direitos Reservados.