Conheça as bênçãos da redenção

“e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, -- pela graça sois salvos” (Ef.2.5)


Imaginemos uma pessoa que recebeu uma milionária herança. Ela não trabalhou por isso, mas tornou-se legítima proprietária de tudo, podendo usufruir de toda aquela herança ao máximo.


Caso essa pessoa não seja corretamente informada sobre sua herança, poderá viver seus dias sem desfrutar de tudo aquilo que herdou, de modo que não basta ser legalmente herdeiro de algo, é preciso ter o conhecimento sobre tudo aquilo que foi herdado.


O cristão é herdeiro de uma riqueza de valor inestimável. Em Efésios 2.1-22, Paulo nos conta as bênçãos que o cristão herdou por meio de Jesus Cristo: nova e eterna vida, libertação do pecado-mundo-diabo, liberdade para viver segundo a vontade Deus, capacidade para fazer boas obras, poder para vencer as tentações, plena paz com Deus, participação na família de Deus, presença do Espírito de Deus, comunhão com Deus por meio do Espírito, ensino da parte de Deus por meio da Escritura Sagrada.


Essas bênçãos são dadas aos cristãos para serem usufruídas e possuem importância significativa para a caminhada cristã, pois ajudam o cristão na necessidade de perseverar e se alegrar em Deus em toda e qualquer situação (Mt.10.22; Fp.4.4). Mas, para usufruir essas bênçãos é preciso conhecê-las. Na carta de Paulo aos Efésios, o apóstolo revela essas bênçãos, a fim de que a igreja encontre ânimo no Senhor, mesmo presenciando lutas como aquelas que o apóstolo Paulo estava passando.


Em sua introdução à carta, Paulo agradece a Deus pela fé e pelo amor encontrados na vida daqueles cristãos, mas intercede pelos efésios, a fim de que eles amadurecessem a esperança em Cristo Jesus, pois era extremamente importante que eles conhecessem “qual a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos” (Ef.1.18-19).


Há consequências para quem não conhece as bênçãos divinas. Uma delas é a tristeza. Olhando pra os problemas da vida, cristãos podem ficar tristes e desanimados. Mas, ao olhar para as bênçãos divinas herdadas, a magnitude do plano redentor, o cristão pode recobrar ânimo no Senhor, pois essas bênçãos são muito superiores as tribulações dessa vida: “Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós” (Rm.8.18). Por essa razão Paulo ordena aos filipenses: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos” (Fp.4.6) e pede aos efésios: “vos peço que não desfaleçais nas minhas tribulações por vós, pois nisso está a vossa glória” (Ef.3.13).


O pecado, o mundo e o diabo procuram desviar constantemente a atenção das pessoas, atraindo-as para este mundo. Foi assim que o diabo tentou Jesus, mostrando-lhe “todos os reinos do mundo e a glória deles”, dizendo: “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares” (Mt.4.8-9). Foi assim, também, que alguns aceitaram a doutrina dos Saduceus que diziam “não haver ressurreição” (Mt.22.23), tornando-se “os mais infelizes de todos os homens” (1Co.15.19).


Por isso, o marketing investe tanto em propagandas que convidam a viver o aqui e o agora. Por essa razão, também, falsas religiões propagadoras da teologia da prosperidade prometem grandes coisas para as pessoas e, assim, conseguem aprisionar os pecadores com mentiras diabólicas que desviam os olhos da glória de Cristo. Sem a esperança de Jesus, o pecador é “infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu” (Ap.3.17).


Você conhece as bênçãos advindas da redenção? Você sabia que várias delas podem ser desfrutadas já? Dentre essas bênçãos encontra-se a manifestação do poder de Deus que opera pelo Espírito Santo e pela Palavra do Senhor na vida do cristão, capacitando-o a viver a vontade revelada na Escritura Sagrada. Essa foi a promessa dada pelo Senhor por meio do profeta Ezequiel: “Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis” (Ez.36.27).


Quando o cristão sente dificuldade em fazer a vontade de Deus, porque as tentações são grandes demais, deve lembrar que o Senhor lhe deixou por herança a graça de poder resistir ao pecado (Ef.6.10-18). Ciente disso, o cristão pode clamar a Deus para que o fortaleça e o livre de “cair em tentação” (Mt.6.13), pois ele não está sozinho na batalha. Assim, em oração, meditação na Escritura, adoração a Deus e comunhão com os irmãos, o cristão é fortalecido para resistir às mais variadas lutas que lhe sobrevêm.


Portanto, a herança da glória de Cristo Jesus possui benefícios desfrutáveis no presente. Olhando para a vida eterna, o cristão desfruta da comunhão com o Senhor, da presença e do poder do Espírito, da alegria da salvação e da família de Deus já no tempo presente. Tudo isso deve ser conhecido do cristão, a fim de que possa desfrutar ao máximo de tais bênçãos, alegrando-se no Senhor, servindo com dedicação e amor, vencendo as tentações deste mundo e “lutando juntos pela fé evangélica” (Fp.1.27).


Por meio dessas bênçãos o cristão é fortalecido para a batalha diária, pois vê que não está sozinho enquanto anda na contramão do mundo. Deus o lembra que está com ele por meio do Espírito Santo e da Palavra que o “guia pelas veredas da justiça” (Sl.23.3). Na igreja, o cristão encontra amizade, auxílio, cuidado e um lugar para servir, desenvolvendo os dons que o Senhor lhe deu para abençoar vidas. Em tudo isso, o cristão é motivado a perseverar olhando “firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus” (Hb.12.2), que venceu e está assentado à direita de Deus e voltará para buscar aqueles a quem foi dada a herança da vida eterna.


Então, meu querido irmão, procure conhecer as bênçãos provenientes de Cristo Jesus. Elas serão alento para seu coração e ânimo para as mãos. Lembre-se que os benefícios da vida eterna começam aqui, por meio do operar de Deus na vida de sua igreja. Assim, seus olhos estarão na glória de Cristo, mas seu coração já poderá desfrutar da nova vida que Deus trouxe para seus filhos. Futuro e presente andarão juntos, alegrando seu coração com as bênçãos do Senhor, motivando-o a fazer uso de tudo aquilo que Cristo conquistou para nós.


Posts Recentes
Arquivo

Pastor Alexandre A. Costa

Ligue:

54 984 136 915

Igreja Matriz: 

Rua Ernesto Zanrosso, 2669

Caxias do Sul-RS

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+
  • SARCAICO

Envie seu Pedido de Oração

*Campos Obrigatórios

Congregação em Vacaria: 

Rua Teodoro Borges dos Santos, 520, Vacaria-RS

Versão 4.4.3 © 2017 Igreja Presbiteriana de Caxias do Sul. Todos os Direitos Reservados.