Fale sempre a verdade!

August 1, 2019

 

 

“Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros” (Ef.4.25)

 

Quando crianças, aprendemos muitas lições importantes, da parte de nossos pais, professores, parentes, pastores e amigos, que servem para toda a vida, principalmente para a fase adulta. A infância é um período de preparação para a vida, tendo como objetivo a aquisição das bases do conhecimento teórico e prático necessários para vivermos todos os nossos dias de modo agradável a Deus em Cristo Jesus.

 

Você lembra aquilo que aprendeu na infância? Você lembra das muitas vezes em que foi chamado a atenção pelos pais? Com uma pequena ajuda, sei que lembrará:

 

– Não brigue com seu irmão(ã)!

– Mentir é feio.

– Vá estudar agora!

– Arrume seu quarto!

– Perdoe seu irmão(ã) e dê um abraço nele(a).

– Você precisa aprender a dividir as coisas com seus irmãos(ãs).

 

Creio que você lembrou desses e de outros ensinos. Portanto, que adulto não sabe que mentir é errado? Mas, parece esquecer quando age com desonestidade com seu próximo. Quem não sabe que deve perdoar aquele que o ofendeu? Mas, quantos adultos se mostram rancorosos, incapazes de perdoar os muitos erros de seu próximo, como se ele mesmo não tivesse pecados? Esses e outros ensinos têm implicações profundas para a vida pessoal e social, portanto não devem ser esquecidos no decurso da vida.

 

Parte daquilo que aprendemos na infância fica gravado na mente, mesmo quando não é posto em prática como se deveria. Por isso, quando os filhos se tornam pais, passam para seus filhos aquilo que aprenderam de seus pais nos dias em que ainda eram crianças, mostrando que não esqueceram a boa instrução que receberam. Logo, isso os torna mais responsáveis diante de Deus e da sociedade.

 

Portanto, é preciso relembrar todo bom ensino que aprendemos, pois todo correto ensino é proveitoso para um viver agradável em Cristo Jesus. Por isso, vamos ajudar você a relembrar um importante ensinamento que deve ter aprendido na infância: Fale sempre a verdade.

 

Esse princípio está em pleno acordo com o nono mandamento: “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo” (Ex.20.16). O cristão deve ser verdadeiro em todas as suas palavras e em todas as suas atitudes. Ou seja, a palavra do cristão deve ser sim, sim e não, não (Mt.5.37). Logo, as atitudes deverão ser coerentes com tais palavras.

 

Como todos conhecem muito bem o ensino teórico, apresentemos alguns exemplos práticos. Ou seja, o problema não se encontra na ignorância, mas em ignorar que esse ensino é de grande valor diante de Deus. E, em nossos dias, com o surgimento do documento, a palavra das pessoas perdeu mais ainda o valor, razão para toda transação ser feita por escrito.

 

Contudo, vale lembrar aqui que a Palavra é muito importante para Deus. Esse valor pode ser visto no fato de Deus ter feito todas as coisas por meio da Palavra. Ele disse e tudo surgiu (Gn.1-2). Também encontramos tal valor nas promessas do Senhor. A esperança do cristão somente é certa porque a Palavra de Deus é fiel e verdadeira, pois “o Deus que não pode mentir prometeu antes dos tempos eternos” (Tt.1.2) e mesmo que sejamos “infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si mesmo” (2Tm.2.13). Ainda mencionar que todo nosso conhecimento de Deus, da salvação, da história do povo do Senhor provém da Palavra de Deus que fielmente nos revela a Verdade sobre tudo. Por fim, Cristo é a Palavra encarnada, a Verdade viva, a verdadeira vida eterna. Portanto, a Palavra tem muito valor diante de Deus que de todas tem conhecimento.

 

Então, vejamos alguns exemplos práticos:

·      Quando você fizer algum compromisso, chegue na hora combinada. Assim, estará mostrando que realmente você reconhece o valor da palavra nos mínimos detalhes.

 

·      Persevere no casamento, pois você prometeu permanecer casado até que a morte separasse vocês. O divórcio é uma mentira, ou seja, a quebra de uma promessa feita diante de muitas testemunhas.

 

·      Honre todos os seus compromissos, mesmo que descubra posteriormente que terá prejuízos. A desonestidade e o engano têm como base a mentira e isto tudo provém do diabo, já que ele é o pai da mentira (Jo.8.44). Seja fiel aos compromissos feitos e jamais tente enganar alguém (Ez.17.18).

 

·      Para aqueles que são membros de uma igreja local, é importante lembrar os compromissos que fizeram diante de Deus e da igreja: ser bênção, ajudar a cuidar da igreja, sustentar a obra, participar da vida da igreja, submeter-se à liderança etc. Então, é importante que se cumpra tais promessas feitas.

 

Durante a vida, sempre nos comprometemos com algo, sempre precisamos afirma algo. Então, é inevitável lidarmos com a necessidade de se falar somente a verdade. Algumas vezes você terá a opção de não dizer nada, e melhor é não prometer do que prometer e não cumprir. Mas, a vida social sempre exige compromissos. Portanto, a verdade precisa ser uma prática habitual de todo cristão, de modo que tanto nas pequenas coisas quanto nas grandes o cristão seja conhecido por falar e agir sempre em pleno acordo com a verdade. Afinal, Deus é a suprema testemunha de todas as nossas atitudes e Ele se agrada daqueles que vivem segundo a Verdade.

Compartilhe no Facebook
Gostei
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pastor Alexandre A. Costa

Ligue:

54 984 136 915

Igreja Matriz: 

Rua Ernesto Zanrosso, 2669

Caxias do Sul-RS

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+
  • SARCAICO

Envie seu Pedido de Oração

*Campos Obrigatórios

Congregação em Vacaria: 

Rua Teodoro Borges dos Santos, 520, Vacaria-RS

Versão 4.4.3 © 2017 Igreja Presbiteriana de Caxias do Sul. Todos os Direitos Reservados.